O que é Inbound Marketing e por que isso te interessa

Por Social Comunicação
31 · 1 · 21

Para falar de inbound marketing, é preciso entender o que é o marketing. Marketing é o conjunto de técnicas que buscam vender produtos (ou serviços). Dentro do marketing estão as promoções, os preços, os locais de venda, tamanho do estoque, enfim, tudo que envolve a venda de um produto ou serviço.

Normalmente as pessoas entendem mais como marketing a parte chamada de Outbound Marketing (numa tradução literal ‘marketing de saída’), que é basicamente a busca ativa atrás de clientes com o perfil ideal daquilo que se procura converter (venda de produto, de serviço ou adesão a um projeto, por exemplo). Ou seja, a empresa sai em busca de clientes. Exemplos de Outbound Marketing são as propagandas que você vê em sites ou na televisão.

Mas o marketing digital descobriu (o termo correto talvez seja redescobriu) o Inbound Marketing (ou marketing de entrada ou marketing de atração), que é basicamente o oposto do Outbound Marketing. Ao invés de sair em busca dos clientes, que tal os clientes chegarem até você? Muito melhor e mais barato, certo?

É por isso que é importante entender a jornada de compra e o funil de vendas, para que as estratégias e táticas ligadas ao Inbound marketing se realizem de modo complementar e tragam os melhores resultados possíveis.

Quando os clientes chegam até você através de um site ou de um blog, ou do relacionamento que você construiu através de perfis nas redes sociais (pense em quanto é divertido o perfil da Netflix nas redes…), sua empresa/marca ou seu serviço/projeto deixa de serem apenas mais um e passam a ser aquele que responde dúvidas no twitter, sabe? Ou seja, você avança uma casa no relacionamento que constrói com os consumidores.

Um bom método para estruturar o inbound marketing de sua empresa é seguir três pilares principais:

Algo muito importante a respeito dessa estratégia de marketing é saber ouvir e entender as necessidades dos clientes. Claro, quando uma empresa faz uma propaganda ela não pode ouvir o que o consumidor acha daquilo, a não ser custeando uma pesquisa qualitativa ou quantitativa a respeito da própria propaganda.
No entanto, numa página de rede social é sempre possível que os consumidores comentem aquilo que acham, facilitando a vida de quem está atento/atenta às necessidades das pessoas.

A ideia básica é atrair o consumidor para sua marca de forma indireta, seja através de um link bem posicionado no Google, seja através de um artigo em um blog institucional.

E como funciona o Inbound Marketing?

Enquanto a prospecção tradicional consiste em enviar e-mails ofertando os produtos e/ou serviços ou ainda expondo outdoors ou pagando caríssimo para que sua empresa ou projeto tenha alguma atenção da mídia especializada ou apenas apareça na programação e muito pouco disso pode ser mensurável em termos de “quantas pessoas viram, quantas pessoas prestaram atenção, quantas das pessoas que viram converteram em vendas/conversão”; a estratégia do Inbound Marketing é exatamente contrapor com estratégias e práticas perfeitamente mensuráveis e de simples métricas para saber se o ROI (Retorno sobre o investimento, em inglês Return Of Investiment) está satisfatório.

Segundo dados do “E-commerce Trends”, quase 70% das pessoas descobrem lojas virtuais por meio de perfis nas redes sociais.

Então, ainda que seu público tenha menos acesso à internet, é preciso lembrar que muitas das operadoras dão acesso gratuito a algumas redes sociais. E se você não chegar até esta pessoa, pode ter certeza, seu concorrente chegará.

Como alcançar as pessoas certas?

O primeiro passo é entender o que o seu público está buscando. A partir daí ir construindo conteúdo que faça sentido a este público e fazendo a sua parte no SEO, para que os resultados apareçam nas buscas que este público fizer.

Outras estratégias envolvem:

  • Promoção dos conteúdos produzidos em seu site e redes sociais
  • Utilizando uma boa estratégia nas redes sociais
    • Sempre utilizando a rede que faz sentido para seu público
  • Elaborando conteúdos que faça seu público percorrer a jornada de compras e as etapas do funil de vendas

Existem muitas outras técnicas, mas para um começo de trabalho estas já fazem muito sentido para quem nunca tentou o Inbound Marketing. Você pode usar algumas das dicas de produtividade e as ferramentas gratuitas que indicamos, para facilitar seu trabalho.

Os benefícios do Inbound Marketing

Quando passamos a utilizar o marketing de atração nós passamos a agir de acordo com a mentalidade dos novos consumidores, que cada vez mais deixam de comprar ou adquirir serviços no impulso e passam a fazer pesquisas antes de tomarem a decisão de compra.

É por isso que oferecer informação ajuda nas vendas, porque você passa a ter uma proximidade que não seria possível se seu único interesse for efetuar a venda. Você demonstra preocupação com o consumidor ao munir ele de informações e, claro, aumenta o grau de confiança que seu serviço ou produto tem. Ou seja, sua marca ganha valor.

Há ainda outros ganhos com o Inbound Marketing:

Mensurar Resultados

É possível, com pouco custo, obter e analisar diversas métricas e dados, tudo em tempo real por meio de plataformas e softwares de fácil utilização. Esta é uma das grandes vantagens do ambiente digital. É possível medir:

  • Número de pessoas que viram seu conteúdo
  • Número de pessoas que clicaram em determinada campanha
  • Das pessoas que clicaram em determinada campanha, quais converteram
  • Quantidade de e-mails enviados que chegaram até a caixa postal das pessoas
  • Quantidade de pessoas que abriram e que clicaram em links do e-mail que você enviou
  • Tempo em que a pessoa ficou em seu conteúdo
  • Localização do seu público

E com uma análise inteligente destes dados você saberá em quais conteúdos deve investir e quais é melhor investir menos tempo.

Um dos pontos principais do inbound marketing é se afastar daideiade que é preciso atingir muita gente indiscriminadamente e entender que é preciso atingir um público mais focado nas pessoas que sejam do seu interesse e para as quais os seus serviços ou produtos fazem sentido. Desta forma você otimiza os custos e gasta somente onde haverá retorno.

Fazer seu público confiar em você

Criando um conteúdo que seja útil ao seu público, indicando informações que ele está buscando, você não só demonstra conhecimento sobre o tema no qual está querendo atrair, mas também demonstra um diferencial em relação às marcas que apenas distribuem anúncios e ofertas.

É como ir em uma loja para comprar um determinado produto e o vendedor simplesmente te vende. Você chega em casa e descobre que não era aquele produto que resolvia sua vida. Então você busca uma outra loja e diz o que quer, achando que agora sim irá resolver seu problema.

Mas nesta segunda loja o vendedor faz questão de te perguntar a razão pela qual você está comprando aquele item. Ao explicar a sua razão o vendedor diz, bem, não é disso que você precisa, você precisa de um outro produto, que inclusive é mais barato, caso contrário continuará com o problema.

Naturalmente você sente mais confiança no segundo vendedor, afinal, ele se interessou pelo seu problema e teve um interesse real em te ajudar, não em simplesmente fechar a venda que fosse melhor a ele.

A mesma coisa é com o marketing de atração (inbound marketing), você busca ajudar o lead (cliente ou futuro cliente), com conteúdos focados nas melhores soluções para resolver os problemas apresentados. Ganhar a confiança é mais do que gerar uma venda no futuro. É tentar garantir um cliente aliado da marca/produto/projeto.

Social Comunicação

Posts Relacionados

Landing Page: 10 dicas para não errar

Landing Page: 10 dicas para não errar

Landing Page é um termo em inglês que significa, literalmente, página de pouso ou página de aterrissagem. Também podem ser chamadas de páginas de conversão, as Landing Pages são utilizadas no marketing digital em campanhas em redes sociais ou anúncios em páginas de...

Marketing Digital: O que é e o que devo fazer?

Marketing Digital: O que é e o que devo fazer?

O conceito de marketing digital não chega a ser um grande segredo, você provavelmente já sabe do que se trata. Marketing Digital é o conjunto de ferramentas e atividades que uma empresa/marca ou projeto executa na internet (online) querendo concretizar o maior número...

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *